Sábado, 15 de Julho de 2006

PASTORINHA DO ARRABAL

Era uma vez ... em tempos muito antigos, estava uma menina a pastorear o seu
rebanho de algumas cabras.
Era um dia de canícula pesada, um daqueles dias em que a própria camisa é
roupa demais para se trazer vestida.
E a menina pastora tinha sede. Tinha muita sede e, como não tinha ali água
para se dessedentar, nem havia fonte próxima, a pequenina pastora chorava.
Chorava com sede e ninguém lhe acudia.
Eis se não quando uma fada muito branca, envolta em uma nuvem ainda mais
branca, se aproximou da pastorinha que chorava e lhe perguntou:
"Que tens tu, pastorinha, para chorares tanto?"
"Choro porque tenho sede, muita sede, e aqui não há água para beber."
"E porque não vais a tua casa beber água?"
"Não vou a minha casa beber água porque o meu pai bate-me, como já me tem
batido de outras vezes por eu ir a casa. Ele não quer que eu deixe o gado
sozinho."
"Então vai a casa - lhe diz a fada - e leva as cabrinhas à tua frente. Lá
bebes água e voltas ao pascigo."
"O meu pai só quer que eu saia com o gado de manhãzinha, que traga a merenda
e que regresse pouco antes do lusco-fusco. E, se assim não fizer, o meu pai
bate-me."
"Então, olha! Lhe disse a fada. Levanta aquela pedra, que ali está, e lá
encontrarás água para beber."

A pastorinha que tinha muita sede e que chorava por não ter água para beber,
foi levantar a pedra, como lhe tinha mandado a boa fada, e lá encontrou água
muito fresca, pura e cristalina, que a menina pastora bebeu, até ficar
saciada. E a pastorinha deixou de chorar, e, já sorridente, olhou, com
alegria,
as suas cabrinhas a pastar sob o sol tórrido daquele dia de Verão.

E voltando o seu olhar agradecido para a boa fada que lhe matara a sede, já
não a viu. Nunca mais a viu, mas também nunca mais a esqueceu.
(Contribuição de M. Seleiro)

publicado por tradicional às 11:54
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Julho 2006

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14

16
17
18
19
20

23
24
25
26
27
28
29

31


.posts recentes

. Lenda do Milagre de Ouriq...

. Lenda da Nossa Senhora de...

. AMOR E CEGOVIM

. a Lenda da Porta da Traiç...

. SANTA IRIA

. A Princesa Zara

. O PAJEM INVEJOSO

. O MILAGRE DAS ROSAS

. LENDA DO VINHO DO PORTO

. Lenda da Serra do Nó

.arquivos

. Julho 2006

. Junho 2006

.participar

. participe neste blog

blogs SAPO

.subscrever feeds